Camara do Rio Grande
Camara Rio Grande
Camara Rio Grande
TV Câmara - Assista ao vivo
Portal da Transparência
  Onde você está > Home > Sala de Imprensa > Notícias da Câmara

   Notícias da Câmara

Voltar


16 de Fevereiro de 2017

COMITIVA RIO-GRANDINA REUNIU-SE COM SECRETÁRIO DA SEGURANÇA PÚBLICA

+A-A


No início da noite desta quarta-feira, 15, aconteceu, em Porto Alegre, uma reunião na Secretaria de Estado de Segurança Pública do Estado do Rio Grande do Sul.

Durante a audiência com o titular da pasta, Cezar Schirmer, recebeu várias reivindicações das autoridades representativas do município do Rio Grande, São José do Norte e Cerrito.

Inicialmente o prefeito Alexandre Lindenmeyer relatou que a Penitenciária Estadual do Rio Grande (Perg) está funcionando com número insuficiente de agentes penitenciários e policiais militares e informou ainda que diante da situação de perigo de rebelião poderá retirar a Unidade Básica de Saúde Prisional a fim de preservar a integridade física dos servidores daquela unidade de saúde. Referiu também que de três quartéis de bombeiros, dois estão fechados e o 6º BPM perdeu mais de 100 policias nos últimos meses.

Lindenmeyer também disse que Rio Grande não quer a construção de uma penitenciária feminina, pois segundo a administração da Perg a população carcerária feminina diminui muito. “Já não temos agentes penitenciários e brigadianos suficientes para atender a Perg, se for construída outra, dobraremos nosso problema. Aproveito para solicitar um carro para transporte para a Polícia Civil e a liberação de horas extras para agentes penitenciários, brigada e bombeiros”, mencionou o prefeito.

O vereador José Antônio da Silva – Repolhinho (PSDB) disse que foram fechados os postos da brigada militar do Taim e Povo Novo e que o da Vila da Quinta também corre o mesmo risco. “O comando da brigada militar informou que após a operação golfinho, os policiais militares que hoje estão na Vila da Quinta poderão ser transferidos para o centro. São mais de 40 mil habitantes na zona rural e não podemos admitir que fiquemos sem a presença da Brigada Militar”, ressaltou o vereador Repolhinho.

A vereadora Laurinha (PMDB) fez cobranças mais enfáticas ao secretário. Ela o instigou a dizer o que efetivamente poderia ser feito naquele momento. “Nós precisamos de ações, resultados, pois das dificuldades que o Estado enfrenta já temos conhecimento”, explicou a vereadora.

O vereador André Lemes também se manifestou no sentido de seria muito bom levar o aceno positivo do secretário Cezar Schirmer de pelo menos a liberação de horas extras.

Já o deputado estadual Adilson Troca (PSDB) reiterou o pedido do vereador Repolhinho da manutenção do posto policial da Vila da Quinta. “A Vila da Quinta possui uma localização geográfica que fica bem no meio do território do município e por isso não pode preceder de uma unidade da Brigada Militar”, enfatizou Troca.

O secretário adjunto da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia, Gilberto Pinho destacou que estão ocorrendo muitos crimes de abigeato no município. “Sei de casos em produtores que possuíam 300 animais e hoje não tem nenhum. Precisamos intensificar o policiamento e a fiscalização para coibir ou pelo menos minimizar esses crimes”, mencionou Pinho.

No final da reunião o secretário Cezar Schirmer começou dizendo que o governador Sartori autorizou concurso para 750 agentes penitenciários, que no final de maio serão acrescidos 300 bombeiros e 1.300 brigadianos que estão concluindo o curso de formação. “O governador autorizou também a reposição automática, ou seja, se se aposentar 300, chamaremos 400. Quero dizer que o estado não reduziu o valor de horas extras. Mas, com o aumento do salário dos servidores e com o mesmo valor de horas, por consequência, diminuiu o número de horas, mas não o valor”, explicou Schirmer.

O secretário informou que os Bombeiros estão em fase de transição e que em março a situação melhorará e ainda tratará com carinho dos pedidos de um carro para a Polícia Civil, do convênio Polícia Comunitária e da possibilidade do chamamento de policiais militares aposentados para as atividades administrativas.

“Garanto o pagamento de diárias para agentes penitenciários e a continuidade da operação golfinho até o fim do carnaval no balneário Cassino. Terei um olhar atencioso para com a Perg. Entretanto, gostaria de dizer aos senhores que se hoje eu tivesse recursos para aumentar o efetivo das polícias ou investir em tecnologia e ações de inteligência para coibir a violência, digo que optaria pela segunda. Apenas aumentar o efetivo não resolve e ainda quebrará o estado”, explicou o secretário Cezar Schirmer.

Também participaram da reunião o secretário executivo do Gabinete de Gestão Integrada, Daniel do Nascimento, a prefeita de São José do Norte, Fabiane Zogbi e o prefeito de Cerrito, Douglas Silveira.

O vereador Charles Saraiva (PMDB), presidente da Câmara Municipal do Rio Grande, que possui atuação destacada e reconhecida na área da segurança pública lamentou não estar presente, pois ficou impedido em função de compromissos administrativos que exigiam sua presença no Legislativo Municipal. “Mas tenho certeza que a comitiva do município realizou um belo trabalho em prol da nossa cidade. Vamos esperar agora as ações que o governo do estado implementará a fim de que possamos combater a violência que hoje vivemos diariamente”, ressaltou Saraiva.

FEPAM

Os vereadores Repolhinho e Laurinha também estiveram na sede da Fepam para buscar esclarecimentos sobre a implantação de um plano de manejo para as dunas do Cassino e a possibilidade de implantação da zona de exclusão de veículos em um trecho da beira da praia.

“Aqui em Porto Alegre não há nada. Tudo está sendo feito pela regional Pelotas da Fepam. Nós ponderamos que a população precisa ser ouvida e que o plano de manejo seja feito conforme a vontade da maioria, respeitando ambos os lados”, explicou a vereadora Laurinha.

16.02.17





WD House

Câmara Municipal do Rio Grande - Rua General Vitorino, 441 - Centro - CEP: 96200-310 -Telefone: (53) 3233 8500